Pensando alto…

Me peguei pensando (é raro):

Na época, Jobs falava que a Apple fazia coisas legais, pensando no usuário, e o dinheiro vinha aos borbotões como consequência do bom trabalho, da boa intenção.

Hoje, na época pós-Jobs, o dinheiro determina o que a Apple fará, por isso não tem surgido nada legal. Talvez por isso os keynotes causam mais sono do que UAUs.

Faz sentido?

Deixe uma resposta