Minha opinião sobre a WWDC 2014

A Apple, na minha opinião, plantou a semente para uma nova revolução.

WWDC 2014

Veja o Keynote completo (em inglês) no site da Apple.

A empresa trabalha com planos a longo prazo. Desde os tempos de S.Jobs, a filosofia é antecipar as necessidades e criar mercados e tendências.

Foi assim com os Macs, com os iPods, com os iPhones, iPads…

Agora, entendi que ampliaram o foco. Apontaram a lanterna para o indivíduo, com o aplicativo e o sistema de desenvolvimento de aplicativos voltados à saúde e bem-estar. Criaram condições sólidas para a automatização de residências e ambientes, baseada no potencial da Siri e na integração de dispositivos movidos por excelentes softwares. Finalmente, o excelente TouchID, o reconhecimento de digitais, que pode alavancar inúmeras possibilidades seguras, como pagamentos entre outros.

A resolução continuará no segundo semestre de 2014. Atualizações dos Macs e iTrecos são esperadas. Eu, pessoalmente, tenho a expectativa sobre o que farão com o AppleTV. Entendo que o antigo “hobby” da Apple pode se tornar a central de informações domésticas, conversando pela internet com Macs e iTrecos.

O novo OS X, apelidado de Yosemite, traz mais uniformidade visual com o iOS (depois das mudanças implementadas na versão 7), inclusive com aqueles ícones horrorosos. O uso deve ficar cada vez melhor, com as novas funcionalidades da interface (notification center turbinado, spotlight turbinado, iCloudDrive, aplicativos cada vez mais integrados e eficientes).

O iOS chega à versão 8, acrescentando à interface anterior algumas funções que há muito eram solicitadas pelos usuários. O mais interessante foi a abertura de espaço para acréscimos ao sistema, antes limitadíssima, que fez os iTrecos serem criticados e abriu espaço para o avanço da concorrência, em especial o Android (tenho um Motorola MotoG que, além de ser um ótimo aparelho, traz um sistema eficiente — apesar dos defeitos de usabilidade, na minha parcial e fanática opinião).

Para os desenvolvedores, como falei, a Apple abriu espaço para aplicativos que complementam e completam o iOS. Além disso, pensando no prazer e qualidade de vida dos escavadores de bits, inventou uma nova linguagem de programação, mais simples e intuitiva. O pessoal que conheço e que desenvolve aplicativos tem dado feed back positivo, elogiando o Swift.

Enfim…

Como fanboy declarado e assumido, acredito que a Apple tenha o legítimo propósito de oferecer a melhor experiência de uso para nós, pessoas. Anseio pelos próximos passos, porque tenho certeza que influenciarão, de novo, o comportamento da concorrência e mudarão nosso jeito de viver (como fizeram os Macs, os iPods, os iPhones, os iPads…)

Que venha o segundo semestre.

Veja o Hangout que participei, convidado pelo Cocatech:

Deixe uma resposta